Pages

sexta-feira, 5 de janeiro de 2018

EDUCAÇÃO DE CHAPADINHA PERDEU R$ 6,4 MILHÕES EM 2017



Dados financeiros disponibilizados pelo Banco do Brasil e acessíveis a qualquer cidadão demonstram que o Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb) de Chapadinha perdeu R$ 6.439.337,76 em 2017 em comparação com o ano anterior. 


O valor representa uma queda de 10,18% no recurso que mantém a educação básica e fundamental no município enquanto os custos aumentaram significantemente. O salário dos professores recebeu reajuste de 7,6% e mais de cem novos servidores concursados foram nomeados em dezembro de 2016 elevando a folha salarial da Secretaria Municipal de Educação (Semed) para mais de R$ 4 milhões por mês. 


Outras receitas que poderiam compensar essas perdas também sofreram quedas. No Fundo De Participação do Município (FPM) entrou R$ 1.149.373,71 a menos do que em 2016. Nesta conta a queda foi de 3,61%. Enquanto isso os custos com contas de luz, combustíveis e outros insumos cresceram para a Prefeitura como cresceu para cada brasileiro. 


“Mais de 95% do que recebemos de Fundeb foi destinado só para pagar salários devido ao aumento forçado do número de servidores e o plano de carreiras que o município tem. O que sobrou teve que ser destinado aos custeios de manutenção mais básicos e neste ano o piso nacional dos professores aumentará em novos 6,81%”, alerta a tesoureira da Prefeitura Terezinha Almeida preocupada desde já com as condições da Prefeitura honrar seus compromissos financeiros em 2018.


SECOM 




Comente com o Facebook:

Nenhum comentário:

Postar um comentário