Pages

segunda-feira, 29 de dezembro de 2014

Servidores Efetivos de Chapadinha temem virar o ano sem salário na conta



A prefeitura de Chapadinha sem dar nenhuma justificativa adiou para 30 de dezembro o pagamento de servidores ativos que costumavam receber até o dia 20 de cada mês. O atraso provocou transtornos para famílias, especialmente nesta época de Natal e véspera de ano novo.




O início de 2015 (assim como o final de 2014) será apertado para os servidores do Governo da "Competência Administrativa". A exemplo do que aconteceu em 2013 a prefeita Belezinha prorrogou a data de pagamento dos salários de mais de 1.500 (mil e quinhentos) funcionários ativos, para 30 de dezembro. Ao contrário dos outros anos e outras administrações, quando os servidores recebiam o benefício todo dia 20, junto com décimo terceiro e abono , neste ano, muitos Servidores deixaram de ter ceia de natal e temem não poder festejar o ano novo.


Recebi várias ligações de funcionários questionando sobre o pagamento:




"A situação fica difícil porque você fica sem a cesta básica né, sem alimentação e sem comprar os presentes de Natal. Mas o principal é a alimentação. A gente já passou o Natal sem a ceia e será que vamos passar o réveillon sem salário também? Fica muito difícil", disse um servidor por telefone.






"É um mês de luta. Nós sem receber o pagamento, sem abono, sem nada. Tô com crediários atrasados, telefone já não tenho mais, a luz tô pra ficar sem, eu tenho 45 anos...e estou nessa batalha", afirmou uma auxiliar de serviços gerais.



"Salário é coisa sagrada, é serviço prestado, nós não recebemos antecipado, já trabalhamos. Portanto, deve-se honrar isso, respeitar o direito do trabalhador", disse uma professora.



Uma servidora da Saúde reclamou. "Todo mundo está com as contas atrasadas, está com pagamento de comida, de água, de escola do filho.”









Até o momento não há uma nota sequer por parte do governo municipal que "tranquilize" ou informe os servidores sobre o pagamento. Resta ao Servidor "pagar pra ver" literalmente. 



Comente com o Facebook: