Pages

segunda-feira, 3 de novembro de 2014

Dia de finados marcado pela dor, comoção e violência, em Chapadinha



Por: Antenor Ferreira

Era pra ser apenas mais um dia de finados, mas infelizmente Chapadinha vivenciou um dia que ficará marcado como um dos mais tristes de sua história. Dor, comoção e violência, marcaram esse dia de Finados.



Logo nas primeiras horas da manhã, a população ficou estarrecida ao saber da morte da jovem Valdenia Lima, 20 anos, morta no retorno do balneário Chico Pirão, zona rural, em circunstâncias que até agora não foram plenamente esclarecidas, e que geraram dor e revolta entre seus amigos e familiares. (Clique AQUI para rever matéria).

Também fomos surpreendidos com o episódio em que um mototaxista foi esfaqueado, por pouco não perdendo a vida. O incidente ocorreu no bairro São José, à rua Gonçalves Dias.

Na sequência a notícia de mais uma morte, dessa vez do filho do conhecido Douglas, que comercializava espetinho na praça Coronel Luís Vieira, hoje atuando em um ponto na praça do Povo. Jaques, 22 anos, morreu após passar 3 meses numa UTI, em São Luís.

Aproximando-se do final da tarde, momento em que milhares de pessoas aproveitavam para fazer a tradicional visita aos sepulcros de seus entes-queridos, um novo choque: Railton Araújo Sousa, funcionário do Banco do Brasil, morreu após angustiante luta contra um câncer no pulmão.

Railton faleceu em sua residência, no bairro Recanto dos Pássaros, por volta das 16:00h.

Todos esses acontecidos despertaram um sentimento de dor e comoção lastimável em toda população chapadinhense. Quem visitou os cemitérios do município presenciou nos olhos e faces de quem lá estava, sentimentos de dor e comoção, como nunca vistos.

O blog deixa sinceros votos de pesar as famílias enlutadas.

Veja galeria de imagens registradas pelo nosso repórter fotográfico, Lucas Nascimento: 

CEMITÉRIO DO BAIRRO APARECIDA













CEMITÉRIO CENTRAL







CEMITÉRIO DO SOZINHO





Comente com o Facebook: