Pages

quinta-feira, 30 de janeiro de 2014

Professores iniciam Greve por tempo indeterminado




Os professores do município de Pinheiro iniciaram com protestos (com motos, apitaço, professores, estudantes e simpatizantes) essa semana a luta por reivindicações não atendidas pelo prefeito Filuca Mendes (PMDB).


Ocorre que desde o inicio do ano passado Mendes ignora as necessidades dos professores da rede municipal quando reteve os recursos para pagamento do abono salarial daquele período, já deixado na conta pelo ex-prefeito José Arlindo (PSB). Na época as movimentações foram apresentadas por funcionários do BB para o presidente do sindicato dos professores de Pinheiro Elmo Cunha, que infelizmente não pode fazer nada.


Bom, não houve acordo e desta vez foi pior, nem conversa alguma foi proposta, mais uma vez o abono que nos anos anteriores eram continuamente pagos, sumiu.


Conversamos com o presidente Elmo que nos informou que a greve não tem data prevista para acabar e além do abono eles solicitam o cumprimento do piso salarial e o plano de cargos e salários aprovados na Câmara Municipal de Pinheiro


Aí eu fico escrevendo e pensando, mas se o escroto do Filuca não paga benefícios quando já estão empenhados na conta, vai pagar piso e cumprir acordo salarial? É muita cara dura desse prefeito.., eu em!



Enviado por Ronald Coqueiro

Comente com o Facebook:

Nenhum comentário:

Postar um comentário