Pages

quinta-feira, 30 de janeiro de 2014

Mulher é esquartejada após se recusar a fazer sexo com o marido

Do R7



O crime foi cometido na frente dos filhos da vítima, em Esmeraldas, na Grande Belo Horizonte

Jovem pode pegar até 30 anos de prisãoRecord Minas
Um jovem de 22 anos foi preso suspeito de esquartejar a mulher em Esmeraldas, na região metropolitana de Belo Horizonte. O crime foi cometido porque a vítima se recusou a fazer sexo com o marido.

Rafael Oliveira Ferreira assassinou a mulher, Kênia de Oliveira, de 32 anos, na frente dos filhos no dia 18 deste mês. Ele foi preso pela Polícia Civil enquanto tentava fugir.



A vítima estava casada com o rapaz havia seis meses. Ela foi mutilada com golpes de facão, tendo a orelha decepada, braços e pernas quebrados, além de sofrer vários cortes profundos no corpo. As agressões ocorreram após Kênia se negar a manter relações sexuais com o marido.


A mulher chegou a ser socorrida e foi encaminhada ao Hospital 25 de Maio, em Esmeraldas, ainda com vida. Porém, diante da gravidade dos ferimentos, foi transferida para o Hospital Regional de Betim, onde acabou falecendo.


Logo após cometer o crime, Ferreira fugiu de Esmeraldas com destino a cidade de São Francisco. No trajeto, o suspeito foi capturado pelos policiais, em cumprimento ao mandado de prisão expedido pela Justiça. Atualmente, o suspeito encontra-se detido no Ceresp (Centro de Remanejamento do Sistema Prisional) Gameleira.

O delegado Flávio Rabello Teymeny, responsável pelo caso, aguarda o laudo de necropsia e alguns detalhes para conclusão do inquérito. O suspeito deverá ser indiciado por homicídio duplamente qualificado, cuja pena é de reclusão de 12 a 30 anos.

Comente com o Facebook:

Nenhum comentário:

Postar um comentário