Pages

segunda-feira, 21 de outubro de 2013

"Não sou mais o Para-choque da Prefeita! O Para-choque Trincou! Não aguento mais"! Declarou Marcelo Menezes

Depois da entrevista dos advogados da prefeitura na rádio mirante, o vereador Marcelo Menezes utilizou a tribuna da Câmara e afirmou que era não necessário fazer o que Belezinha e os advogados fizeram, voltou a afirmar que a multa que originou o processo era da época de Osvaldo Lobo e Isaías já teria pago a dívida porque era pouco e não o deixaria mais pobre.




Marcelo sempre afirmou que seria o para-choque da prefeita Belezinha e afirmava que para atingi-la seria preciso passar por cima dele antes. Só não contava que não seria a oposição a passar por cima dele, mas sim a própria Prefeita.

A briga política entre Isaías e Belezinha hoje se resume em: 

Belezinha: Quer que Isaías  entregue as Secretarias que estão sob sua responsabilidade.

Isaías diz que só entrega se Prefeita Belezinha exonerar os secretários ou pedir pra que eles entregue as secretarias.

Pra você que não entendeu, vou tentar explicar de outra forma:

É como briga de casal que vive de aparências:

A mulher quer que o marido saia de casa, então ela não faz almoço pra ele, não lava sua roupa e geralmente quando ele chega, ela sai.

O marido, por sua vez, aguenta tudo porque sabe que perderá o pouco que tem e por que não quer deixar TUDO e de mão beijada, para ela, se ele lutou tanto, não é justo que só ele saia perdendo.

Belezinha tenta de todas as formas (indiretas) expurgar Isaías do Governo e Isaías está aguardando que ela diga isso publicamente.

Embora aliados da prefeita digam que quem quer o racha político é a oposição, Chapadinha toda sabe que desde o dia 1º de Janeiro (ou seria da noite do dia 31 de dezembro?) que o grupo está dividido, sempre esteve. E a oposição apenas assiste a queda de braços entre grupos formados dentro do próprio  governo.

Em um casamento quem mais sofre com a separação são os mais indefesos: os filhos.

No Governo quem mais sofre também são os indefesos: Nesse caso, O POVO! 


Sabemos que ninguém é obrigado a viver um casamento infeliz e de fachada. Melhor seria se as partes se entendessem e chegassem a um acordo.


Na sua opinião:


O divórcio político entre a prefeita Ducilene Belezinha e Isaías Fortes será bom ou ruim para o Governo?

Comente com o Facebook:

Nenhum comentário:

Postar um comentário