Pages

quinta-feira, 18 de julho de 2013

PREFEITA DUCILENE BELEZINHA CONSEGUE JUNTO AO GOVERNO DO ESTADO UM CENTRO DE HEMODIÁLISE PARA CHAPADINHA E REGIÃO

Depois de tantos erros, micos, desgaste político, desmantelo e coisa e tal. Até que enfim uma ótima notícia e que merece elogios. Agora é torcer pra que saia do papel.



 PREFEITA DUCILENE BELEZINHA CONSEGUE JUNTO AO GOVERNO DO ESTADO UM CENTRO DE HEMODIÁLISE PARA CHAPADINHA E REGIÃO


A prefeita Ducilene Belezinha anunciou na noite desta quinta-feira ( 18 ), mais conquista para o município junto ao Governo do Estado, através da Governadora Roseana Sarney e do secretário de estado de saúde, Dr. Ricardo Murad. Um Centro de Hemodiálise para Chapadinha e região do Baixo Parnaíba e Alto Munim, com capacidade de 60 cadeiras. O tamanho da área já foi definido e será de 8.400 metros quadrados.
Só em Chapadinha  12 pacientes fazem tratamento e todos precisam de acompanhantes para as viagens realizadas 3 vezes por semana para as sessões de hemodiálise em São Luís. O tempo de cada sessão dura em média até 4 horas. Se se levar em conta o tempo médio da viagem de ida e volta da capital cerca de sete horas e somado mais o tempo da sessão é um dia inteiro de tratamento fora de casa, o que provoca desgaste ao paciente já fragilizado por causa do medicamento. 
 “Estou muito feliz com essa conquista para o povo chapadinhense. Nós já estávamos tratando desse assunto com o secretário de estado Dr. Rocardo Murad já há algum tempo e hoje, o sonho de ter um centro de Hemodiálise em Chapadinha está perto de ser realizado”, declarou Ducilene Belezinha. 
A hemodiálise é um tratamento que consiste na remoção do líquido e substâncias tóxicas do sangue como se fosse um rim artificial. É o processo de filtragem e depuração de substâncias indesejáveis do sangue como a creatinina e a uréia. A hemodiálise é uma terapia de substituição renal realizada em pacientes portadores de insuficiência renal crônica ou aguda, já que nesses casos o organismo não consegue eliminar tais substâncias devido à falência dos mecanismos excretores renais.
Uma sessão convencional de hemodiálise tem, em média, a duração de 4 horas e freqüência de três vezes por semana. Entretanto, de acordo com as necessidades de cada paciente, a sessão de hemodiálise pode durar três horas e meia ou até mesmo cinco horas, e a freqüência pode variar de duas vezes por semana até hemodiálise diária em casos selecionados, como a dialisse kn.


A prefeita Ducilene Belezinha anunciou na noite desta quinta-feira ( 18 ), mais conquista para o município junto ao Governo do Estado, através da Governadora Roseana Sarney e do secretário de estado de saúde, Dr. Ricardo Murad. 


Um Centro de Hemodiálise para Chapadinha e região do Baixo Parnaíba e Alto Munim, com capacidade de 60 cadeiras.  O tamanho da área já foi definido e será de 8.400 metros quadrados.


Só em Chapadinha 12 pacientes fazem tratamento e todos precisam de acompanhantes para as viagens realizadas 3 vezes por semana para as sessões de hemodiálise em São Luís. 


O tempo de cada sessão dura em média até 4 horas. Se se levar em conta o tempo médio da viagem de ida e volta da capital cerca de sete horas e somado mais o tempo da sessão é um dia inteiro de tratamento fora de casa, o que provoca desgaste ao paciente já fragilizado por causa do medicamento. 


“Estou muito feliz com essa conquista para o povo chapadinhense. Nós já estávamos tratando desse assunto com o secretário de estado Dr. Rocardo Murad já há algum tempo e hoje, o sonho de ter um centro de Hemodiálise em Chapadinha está perto de ser realizado”, declarou Ducilene Belezinha.


A hemodiálise é um tratamento que consiste na remoção do líquido e substâncias tóxicas do sangue como se fosse um rim artificial. É o processo de filtragem e depuração de substâncias indesejáveis do sangue como a creatinina e a uréia. A hemodiálise é uma terapia de substituição renal realizada em pacientes portadores de insuficiência renal crônica ou aguda, já que nesses casos o organismo não consegue eliminar tais substâncias devido à falência dos mecanismos excretores renais.


Uma sessão convencional de hemodiálise tem, em média, a duração de 4 horas e freqüência de três vezes por semana. Entretanto, de acordo com as necessidades de cada paciente, a sessão de hemodiálise pode durar três horas e meia ou até mesmo cinco horas, e a frequência pode variar de duas vezes por semana até hemodiálise diária em casos selecionados.



Fonte: Site da Prefeitura Municipal de Chapadinha.

Comente com o Facebook:

Nenhum comentário:

Postar um comentário