Pages

terça-feira, 23 de julho de 2013

Nonato Baleco repudia tentativa de intimidação do Governo do Estado

Presidente da Câmara de Chapadinha, Baleco propôs título a Flávio Dino.


“A gente se sente ofendido, porque o que eles estão fazendo é tentar constranger lideranças das cidades de todo jeito.” As palavras fazem parte do desabafo feito pelo presidente da Câmara de Vereadores de Chapadinha, Nonato Baleco (PDT), em referência às acusações feitas pelo jornalista Marco D’Eça, editor de política do jornal de José Sarney.


Presidente da Câmara de Chapadinha, Baleco propôs título a Flávio Dino. 


A declaração do vereador revela uma série de tentativas de cooptação e constrangimento de lideranças políticas do interior pelo grupo Sarney, com vistas nas disputas eleitorais de 2014. Esta semana, o editor de política do jornal de José Sarney afirmou existir uma “indústria de concessão de títulos de cidadão municipal”, depois que diversas cidades passaram a homenagear o líder das oposições, Flávio Dino, com o título de cidadão das respectivas cidades. 


“A gente tem clareza de que o que eles querem é jogar lama num processo legítimo de reconhecimento do trabalho, da postura e da história do Flávio Dino para tentar reverter os péssimos resultados nas pesquisas,” analisou o vereador Nonato Baleco. 


O caso da aprovação do título de cidadão chapadinhense gerou polêmica na cidade. No dia da votação, a governadora Roseana Sarney estava presente em Chapadinha e vereadores ligados ao deputado Magno Bacelar impetraram ação na Justiça para adiar a votação que concederia, por 7 votos a 4, título de cidadão a Flávio Dino. 


“Eles querem passar por cima de uma coisa espontânea de qualquer jeito. No dia (da votação), eles mandaram aqui deputados, secretários e assessores da governadora pra tentar evitar a aprovação do título e chegaram até a espalhar o boato de que tinha sido rejeitado. Mas nós aprovamos apesar de tudo isso,” disse Baleco.
Fonte: Blog Marrapá

Comente com o Facebook:

Nenhum comentário:

Postar um comentário