Pages

sexta-feira, 19 de julho de 2013

"Não Tá Legal, Não Tá Bonito, Não Tá Bacana"! O Que Será Feito Pela Saúde em Chapadinha?



O que já foi o carro chefe e a única secretaria a receber elogios durante a gestão de Ducilene Belezinha é hoje uma das mais criticadas, não só por quem consideramos oposição, mas por cidadãos que independente do político cobram melhorias urgente nesse setor.


Alguns funcionários do HAPA chegaram a me ligar e relatar que a culpa não é do Secretário Charles Bacellar.


Segundo eles relatam a culpa seria de alguns que estão lá dentro a mando do "Secretário fanfarrão", apenas para "avacalhar" o trabalho do secretário de saúde. Outros disseram que até para trocar uma lâmpada seria preciso enviar ofício para a secretaria de obras e um terceiro boato seria de que a Prefeita Ducilene Pontes não estaria entrando com uma contra partida, enviando uma determinada porcentagem do FPM municipal para ajudar nas despesas da Saúde.


Há relatos inclusive de que o Secretário teria a intenção de entregar o cargo devido às cobranças e que não o teria feito ainda por pensar em todo o trabalho que fez até aqui e que assim que ele entregasse a secretaria apareceriam recursos e autonomia para um novo secretário trabalhar e fazer as obras de que o HAPA tanto necessita.


Enquanto os boatos não se confirmam, o certo é que ninguém se atreve a questionar a competência do Secretário Charles Bacellar e que não adianta trocar de secretário se não houver autonomia, mas, porém, todavia, se algo não for feito para mudar a situação infelizmente será esse o veredito que o povo lhe dará.





E enquanto as picuinhas desse grupo político não se resolvem o povo é quem está sofrendo e pagando uma conta alta demais por uma saúde que já não atende os anseios da população.


Uma Jovem fez um apelo através da rede social facebook. Leia abaixo o depoimento dela.



NÃO



Não tá legal, não tá bonito e não tá bacana! Tudo junto e misturado não tá bom Sr. Secretário.



5 leitos em cada quarto com gestantes e bebês? Dá mal pra se virar!



Ter uma criança é um momento único para a mãe, principalmente para as mamães de primeira viagem. O serviço de acompanhamento oferecido pela Sec. de Saúde de Chapadinha no HAPA deixa muito a desejar. O Ministério da Saúde em sua simples e clara cartilha de "Atenção à Saúde do Recém-nascido: guia para os profissionais de Saúde" (me refiro ao volume 1 de 2011) em sua página 87, expõe:



"4.3 Boas práticas

Além dos cuidados médicos abordados em outros capítulos desta obra, algumas práticas

devem fazer parte do cotidiano do profissional de saúde que atua em alojamento conjunto. Essas práticas são fundamentais para uma atenção qualificada e humanizada da dupla mãe-bebê e sua família.

4.3.1 Acolhimento

O profissional de saúde deve prover atendimento humanizado e seguro às mulheres, RN,

acompanhantes, familiares e visitantes, e ser capaz de acolhê-los.

[...]

4.3.3 Orientações

No alojamento conjunto, devem fazer parte da rotina dos profissionais de saúde orientações à mãe e familiares sobre vários aspectos relacionados ao cuidado do RN. A seguir, são abordados alguns deles.

4.3.3.1 Amamentação [...]"

... dentre outras orientações.



No HAPA não há acompanhamento se quer no primeiro banho do RN. Não há orientação para cuidados com o coto umbilical, com amamentação, com o comportamento do RN, com a interação mãe-bebê, nem muito menos esclarecimentos de dúvidas. Porque afinal de contas, não nascemos sabendo de tudo.

E não, não tá limpo, lixeiras sem tampa? Os recursos não dão para comprar umas lixeiras decentes?!!!! Quartos e banheiros limpos apenas duas vezes ao dia, sério?!! Em quartos que tem 5 parturientes.

Poxa! nas redes sociais tá tudo uma maravilha, agora a realidade tá triste.



O que estou expondo aqui é uma observação própria, sem fins políticos ou interesses pessoais, apenas observações sociais de uma cidadã chapadinhense.



Nayara.

Comente com o Facebook:

Nenhum comentário:

Postar um comentário