Pages

quarta-feira, 14 de novembro de 2012

10 “superalimentos” que ajudam a emagrecer

A maioria das dietas é praticamente uma lista de restrições, com alimentos que não devem ser consumidos.

O efeito psicológico é que geralmente ficamos tão focados no que não devemos consumir, que acabamos sabotando a dieta. A editora da revista SELF, Lucy Danziger, autora de um livro para quem quer perder peso, “The Drop 10 Diet”, resolveu se concentrar no que ela gostaria de comer como uma abordagem alternativa. Ela chamou de “superalimentos” alimentos que “dão um retorno”.

Como ela é triatleta, ela se focou em alimentos ricos em fibras, proteínas e nutrientes importantes. O efeito colateral foi a perda de 11 kg em menos de seis meses de dieta.

Os superalimentos não são novidade: a expressão foi inventada pelo dr. Steven Pratt, em 2004, no livro “SuperFoods Rx: Fourteen Foods That Will Change Your Life” (“Receita de Superalimentos: Catorze Alimentos Que Vão Mudar Sua Vida”), e os alimentos devem ter três qualidades para entrar na lista: precisam ser fáceis de encontrar, devem ter nutrientes que aumentam a longevidade, e seus benefícios devem ser comprovados em trabalhos científicos.

Em seu site, Pratt lista salmão, brócolis, espinafre, cerejas e chá verde como seus favoritos. O SuperFoodsRx.com tem mais 20 exemplos.

Entretanto, apenas passar a comer superalimentos não vai lhe fazer emagrecer, nem lhe oferecer um “passe livre” para comer até não aguentar mais. De fato, a perda de peso não é o objetivo da dieta de superalimentos, mas sim um efeito colateral desejável.

Veja os 10 alimentos selecionados por Danziger:

 1 – MIRTILOS


Estudos demonstraram que as bagas ajudam a combater câncer e baixar colesterol, entre outros benefícios, e todas as frutas desta categoria, incluindo framboesas, morangos e amoras, tem antioxidantes e fitonutrientes. Podem ser congelados para consumo regular.

   2 – SALMÃO

O salmão é rico em ácidos graxos com ômega-3, que baixam bastante o risco de doenças cardíacas, segundo vários estudos. Além disso, o ômega-3 diminui a inflamação e reduz a taxa de acúmulo de placas nas paredes arteriais. O salmão é também uma boa fonte de proteína magra.

  3 – OVOS

Um café da manhã rico em proteínas é uma boa maneira de manter a fome sob controle durante o dia. Os ovos são ricos em colina, um nutriente que ajuda a bloquear a absorção de gordura pelo fígado. A colina também ajuda a evitar a perda de memória.

  4 – AMÊNDOAS

Muitas dietas mantém as amêndoas e castanhas à distância por causa da alta quantidade de calorias e gordura, mas estudos apontam que comer um punhado delas várias vezes por semana pode ajudar a perder peso e evitar doenças cardíacas. As amêndoas em particular contém muita gordura monoinsaturada e fibra.

  5 – CHÁ VERDE


Manter-se hidratado evita que coma demais sem pensar, e se você escolher beber chá verde, você também vai aumentar o metabolismo, o que queima mais gordura. Além disso, os antioxidantes encontrados no chá verde ajudam a evitar o câncer.
 

6 – BRÓCOLIS

O brócolis é um dos alimentos com maior densidade de nutrientes, com somente 30 calorias por xícara. Isto significa que o alimento lhe dará saciedade, além de polifenóis, antioxidantes que eliminam substâncias que danificam as células. Pesquisadores da Universidade Johns Hopkins (EUA) há muito apontam as qualidades de prevenção e combate ao câncer do brócolis

  7 – QUINOA

A quinoa é o grão integral mais popular da atualidade, e também contém uma boa dose de proteína que ajuda a construir a musculatura. A inclusão de qualquer tipo de grão integral na dieta – da cevada ao arroz integral – ajuda a perder peso, por que dá a sensação de saciedade com menos calorias.

    8 – IOGURTE

Laticínios magros são uma parte importante de qualquer dieta focada em superalimentos. Estudos demonstram que as mulheres que consomem aproximadamente 1.400 mg de cálcio por dia queimam mais gordura que as que não consomem laticínios. O iogurte, em particular, ajuda a diminuir a produção do cortisol, um hormônio que torna o metabolismo mais lento.

 9 – FEIJÃO

O feijão é um alimento mágico: quanto mais você come, mais perde peso. Feijão-preto, marrom, branco e garbanzo (também conhecidos como grão-de-bico) estão todos na lista de superalimentos por causa das fibras e proteínas que contêm. Eles vão deixar você saciado e fornecer proteínas para os músculos sem a gordura que a carne pode acrescentar a sua refeição.

 10 – CHOCOLATE AMARGO

Os pesquisadores apontam que comer chocolate não vai deixar você magro, mas os benefícios ao coração proporcionados pelo chocolate amargo já são conhecidos. As propriedades antioxidantes e anti-inflamatórias podem ajudar a consumir calorias. E alguns especialistas acreditam que a cafeína do chocolate pode aumentar a taxa metabólica. De qualquer forma, consuma porções pequenas, que podem ajudar a vencer os desejos sem sobrecarregar o corpo com açúcar.


Fonte: http://hypescience.com

Comente com o Facebook:

Nenhum comentário:

Postar um comentário