Pages

sábado, 25 de fevereiro de 2012

Dra. Doracy e fala sobre seu futuro político em Chapadinha

O projeto idealizado pelo PT ( de lançar o nome de Doracy Reis para concorrer as eleições 2012)  e que já recebeu o apoio do PC do B e do PSOL está ganhando força e apoio de cada vez mais pessoas.

Em reunião realizada ontem na FAP (Faculdade do Baixo Parnaíba) Dra. Doracy Reis pode expor abertamente seus ideais e projetos para Chapadinha.

Respondeu a questionamentos pertinentes, como: Compra de votos e políticas públicas.

Dra. Doracy falou também sobre seu passado de luta enquanto promotora de Chapadinha, para garantir que os direitos de todo cidadão que aqui reside fosse respeitado.

Como foram vários os assuntos abordados dividirei esse tema e os publicarei em postagens seguintes.

• Compra de votos:

-Dra Doracy como a senhora pretende combater uma política rica, que é feita com aniversários, trios elétricos e malas de dinheiro?

-Preciso da ajuda de todos nessa empreitada conscientizar não é tarefa fácil. "Voto não tem preço tem consequência."

Se o candidato chega pra mim e pergunta o que eu quero pra votar nele e eu respondo um copo de cerveja gelado. Estou colocando preço no meu voto e quando eu for procurar esse candidato para cobrar meus direitos ele nem me recebe, nem vai olhar para minha cara, porque ele já não me deve nada.


Precisamos fotografar, filmar tais eventos e denunciar, na delegacia ou na Promotoria de Justiça e até mesmo através do Disque Denuncia que aceita e investiga inclusive denuncias anônimas.

Não é preciso de advogado, texto digitado formal, pode até ser um bilhete manuscrito. O que não pode é continuarmos de braços cruzados, reclamando só para os vizinhos.

Algo que Chapadinha já deveria ter e que nós vamos lutar para isso é uma Defensoria Pública para que o povo não ande atrás dos políticos pedindo advogados, isso é um direito de todo cidadão e obrigação das autoridades competentes, oferecerem gratuitamente ao povo.

 Eu vim para moralizar a política em Chapadinha, mas só poderei fazer isso com a ajuda de vocês.

Não sou prepotente nem arrogante para dizer que farei tudo sozinha, eu preciso de um grupo coeso, unido e que me apoie.

Eu não estou aqui para brincadeira.

Comente com o Facebook:

Nenhum comentário:

Postar um comentário