Pages

quarta-feira, 14 de dezembro de 2011

Vereador pra que te quero?

Os escândalos protagonizados pela Câmara Municipal têm como principal autor o Vereador França Nilo, que esse ano não mediu palavras para atingir aqueles que de alguma forma questionam as ações do governo ou simplesmente buscam seu direitos.

Entre os alvos do nobre Vereador, que em minha opinião apesar dos 8 mandatos em que ocupa o cargo, ainda desconhece seu papel enquanto vereador, já chamou professores de palhaços, se referiu a colegas com termos pejorativos como: “onça- pintada, Eva”, agressor de mulheres, ladrão, não presta é a raça toda, vagabundo, chamou a integrantes do SINDCHAP de vagabundos.

 Na sessão do dia 12/12 entre vários impropérios, insultou chamando de idiota ao pai do nobre colega  Vereador Emerson Aguiar, fazendo com que o mesmo perdesse a razão, chegando agredir e ser agredido por França Nilo.


Tudo isso segundo o próprio vereador Emerson, seria pelo fato dos moradores do povoado Mangueira de propriedade da família França Nilo, terem procurado os trabalhos advocatícios de Emerson Aguiar, por França Nilo supostamente está tentando desapropriar essas famílias para vender as terras à empresa do grupo Suzano.

Essas demonstrações de descontrole, falta de senso e principalmente de ética do Vereador França Nilo fizeram com que essa tragédia anunciada, se concretizasse.

Qualquer um que assistisse às sessões e ouvisse as palavras usadas pelo Vereador França Nilo para agredir a colegas e a galeria saberia que cedo ou tarde alguém perderia a paciência e chegaria as vias de fato como foi o caso do Vereador Emerson Aguiar e diante desse fato é inevitável perguntar: Por que Márcia Gomes não agiu para evitar mais esse escândalo envolvendo a Câmara Municipal de Chapadinha?

Quanto à atitude de Emerson Aguiar, dai a César o que é de César, acho plausível a atitude do vereador em defender juridicamente o povo daquela localidade, ao mesmo tempo em que não consigo compreender como o Vereador França Nilo pôde pensar em tomar tal atitude contra ao povo que segundo seu próprio discurso lhe deu oito de mandatos.

Vereador França Nilo:

“Eu não preciso de Isaias, nem de Magno Bacelar, nem de Danúbia Carneiro e muito menos de professores para me reeleger, quem me pôs onde hoje estou e a quem devo meus oito mandatos, são os moradores do interior de minha família.”

O vereador França Nilo é um dos vereadores que usa a palavra HUMILDADE em seus discursos e, no entanto tem sido capaz de palavras e atitudes arrogantes e insanas.

Todo ser humano tem o direito de errar assim como tem a obrigação de reavaliar seus atos e atitudes para corrigir seus erros.

Será que o nobre Vereador França Nilo já não deveria ter feito esse exame de consciência?

Comente com o Facebook:

2 comentários:

  1. estão usando a camara municipal de chapadinha para tratar de assuntos impróprios.
    França nilo: Que vergonha usar seus eleitores e depois descartar como se fossem lixos"cri vergonha".

    ResponderExcluir
  2. essa dos vereadores se mantando é uma vergonha !!!!!!!!!!!!!!

    ResponderExcluir