Pages

domingo, 4 de setembro de 2011

Irmã da Presidente da Câmara Municipal de Chapadinha realiza obra irregular e tira o sono de moradores da Av. Ataliba Vieira de Almeida

Conceição de Maria Gomes de Sousa, irmã de Márcia de Jesus Gomes Rocha, Presidente da Câmara Municipal de Chapadinha (foto), realiza obra de maneira irregular (segundo moradores) e causa transtornos aos moradores locais. A construção está situada na Rua Raimundo Araújo, esquina com a Av. Ataliba Vieira de Almeida. Moradores relatam que, no ano de 1993, Conceição de Maria Gomes tentou pela primeira vez construir no local.

Os moradores da rua se uniram colheram documentos, assinaturas, conseguiram provar que o documento (Aforamento) apresentado por Conceição de Maria Gomes Rocha de Sousa continha várias irregularidades. De posse desses documentos procuraram a Promotora de Justiça da época, Dra. Doracir Moreira Reis Santos, que embargou a obra. Agora, os moradores alegam que a irmã da Presidente da Câmara tenta repetir o ato alienado. Eles outra vez se uniram e novamente estão lutando para garantir que seus direitos sejam respeitados. O irônico é saber que eles estão lutando contra aqueles que deveriam lutar pelos interesses do povo.

Veja abaixo o documento levado à Promotoria de Justiça nesta sexta-feira dia 02/09/2011, cópias dos documentos e das assinaturas colhidas em 1993:



EXM°(s) SR(s) DR° (s) PROMOTORE(s) DE JUSTIÇA
GUSTAVO DIAS e/ ou DOUGLA NOJOSA



COMUNICADO



Nós, residentes na Av. Ataliba Vieira de Almeida, mais precisamente nas proximidades das residências dos senhores (as): José de Lima Reinado, Carlos Lima Reinaldo, Antonio Sampaio, Dr. Raimundo Ferreira Marques, Antonio Marques de Oliveira, Benedito Duarte da Costa, Maria Ducilene Pontes Cordeiro e outros.

Viemos por meio de este fazer-lhe ciente de uma construção que estar sendo erguida em via pública em frente nossas casas e pontos comerciais, obstruindo uma rua áe impedindo o direito do cidadão de ir e vir. A Construção está localizada na Rua Raimundo Araujo, esquina com Av. Ataliba Vieira de Almeida, chegando a impedir total entrada de veículos em um galpão que se encontra nos fundos da referida construção, conforme fotos anexas.

Queremos lhe comunicar ainda que no ano de 2007 já houve uma tentativa igual a esta para que esta obra fosse erguida. Nós, os moradores nos unimos e denunciamos ao ministério público que tinha a frente desta promotoria a Srª Drª Doracir Moreira Reis Santos, entregamos um abaixo assinado (cópias anexa) e documentos que constatavam irregularidades no documento da mesma(cópia anexa).

Depois da comprovação de vários itens irregulares e também pelo fato da construção estar em uma via pública na frente de residências que já existiam no local a Drª Doracir Moreira Reis Santos embargou a obra.

Gostaríamos de esclarecer ainda que o documento de aforamento em nome de Conceição de Maria Gomes de Souza (que por sinal é irmã da Presidente da Câmara deste município, Srª Márcia Gomes de Souza) existe vício de falsificação na assinatura do ex-prefeito Osvaldo Rodrigues Lobo, conforme aforamentos que comprovam a divergência das assinaturas.

Informamos ainda que na época Drª. Doracir Moreira Reis Santos apreendeu o Livro de Registro de Aforamento de nº 42, pois o mesmo se encontrava com vários indícios de irregularidades, haja vista que foram constatados vários imóveis aforados em 2007 com datas bastante retroativas e assinaturas falsas.

Entendemos também que, a população não pode ficar a mercê de um poder público municipal que favorecem alguns, ignorando os direitos de outros e manifestando assim autoritarismo e abuso de poder, por isso pedimos a este órgão competente que se digne a atuar o quanto antes nesta causa iniciada em 2007 conforme documento anexo e embargar a obra que ainda estar no início resolvendo assim de vez o problema e trazendo de volta a tranqüilidade, a paz e o sossego a esta população.

Na certeza de sermos atendidos, de já agradecemos vossa atenção.


Chapadinha, 02 de setembro de 2011



Veja os documentos apresentados pelos moradores à justiça em 1993:

Acima, o número de registro no livro de Aforamento.

Acima, a assinatura do então prefeito Osvaldo Lobo
e o selo de registro no Cartório.



Algumas Assinaturas colhidas na época.
Os moradores já estão fazendo novo abaixo assinado.

Agora, veja o documento apresentado pela irmã da presidente da Câmara e compare:

Compare o Número da folha de registro do livro de aforamento.

Compare as assinaturas do Prefeito Osvaldo Lobo.


Espero que os orgãos competentes não permitam e façam justiça aos moradores locais.




                      Atualização feita em: 07/09/2011

Devo esclarecer que os moradores do local se sentem injustiçados e me procuraram para tornar pública sua revolta.
Hoje Conceição de Maria Gomes de Sousa, me ligou e afirmou categoricamente (e eu gravei a ligação) que ela possui todos os documentos que provam que a referida obra é legalizada e mais, segundo ela:
" A Dra. Doracir realmente embargou a obra em 1993 mas se ouve fraude em algum documento aí, é com o Cartório que deu a certidão e nós vamos pra frente..."
Conceição afirmou ainda que se eu não retirasse a publicação do Blog hoje 07/09 ela me processaria.
Não vou retirar a publicação e não deixarei de dar voz ao povo de Chapadinha.
Se a Sra. Conceição quiser seu direito de resposta o terá. Mas não tenho medo e nem me submeto a nenhum tipo de ameaça.
E tenho dito.

Comente com o Facebook:

Um comentário:

  1. Vim aqui lhe comunicar que estou seguindo o seu blogue.
    Felicidades, eternas

    ResponderExcluir