Pages

quinta-feira, 1 de setembro de 2011

A Emenda que ficou pior que o Soneto

Mais uma vez o vereador França Nilo usou a tribuna da Câmara municipal para fazer discursos ofensivos e sem nexo algum.

Uma das informações que deve ser fruto da imaginação do nobre vereador é que os Professores de Chapadinha estão formados graças a Magno Bacelar. Isto equivale àquela afirmação de que o Bolsa Família é pago pela prefeitura municipal, que Magno Bacelar é o Pai e Danúbia a mãe do Bolsa Família em Chapadinha, lorota que eles repetem até hoje para tentar ludibriar a população carente de nossa cidade.

Assim como o Bolsa Família é um programa do Governo Federal, o Programa de Formação Inicial e Continuada Presencial e à Distância de Professores da Educação Básica (PARFOR) é um programa do MEC (Decreto N; 6.755, de 29/01/2009). É uma ação estratégica do MEC, resultante de um conjunto de ações que se concretizam mediante a colaboração das Secretarias de Educação dos Estados e Municípios, bem como das instituições de ensino superior neles sediadas (fonte: http://portal.mec.gov.br).

O outro devaneio do vereador França Nilo foi dizer: "Nunca, em tempo algum, chamei de palhaços os professores. Eu disse que se tivesse algum, estava na galeria, realmente chamei de palhaça, mas em momento algum da minha vida eu chamei a classe de professores de palhaços".

Na frase acima, sem pé nem cabeça, podemos perceber que o próprio vereador se contradiz, pois não sabe e nem pensa antes de falar. A galeria estava lotada de professores que reividicavam o respeito e ajuda do poder legistativo para fazer valer seu direito, inclusive foi o próprio vereador quem convocou a categoria dos professores em uma sessão anterior, afirmando que diria o dia e a hora em que o Abono seria pago. Muitos professores atenderam ao vereador e, enquanto ouviam em silêncio, o vereador simplesmente disse que naquela casa não haviam palhaços e sim na galeria, fato que revoltou os professores presentes, os quais ficaram a se perguntar: " - Foi para isso que ele nos chamou aqui?" Se isso não é ofender a toda uma categoria o que é então?




Prof. Neldan Araújo
O Vereador disse, ainda, que foi parabenizado por Neldan, ex-presidente do SINDCHAP, por sua atitude. Segundo ele, Neldam não teria se sentido ofendida por "não estar presente na sessão". Mas o SINDCHAP representa não só a categoria dos professores mas dos Servidores Municipais de Chapadinha, e os professores que estavam lá, estavam representando a categoria.

Será que o vereador vai negar que falou em auto e bom tom que não precisava dos votos dos professores para se eleger novamente, será que ele repensou e por isso tentou fazer essa emenda que ficou pior que o soneto?

Veja as gravações e tire suas próprias conclusões:


PS: Em breve, áudio da sessão do dia 29/08, na qual França repete o impropério.

Comente com o Facebook:

Nenhum comentário:

Postar um comentário