Pages

terça-feira, 3 de janeiro de 2017

Secretária de Educação de Chapadinha afirma que vai priorizar o diálogo com o SINDCHAP





Depois de muita especulação e ansiedade por parte dos servidores públicos, o Prefeito Magno Bacelar empossou na tarde de ontem, (02/01), no auditório da prefeitura municipal,  os secretários de seu governo.


Um dos anúncios mais aguardados, era o nome de quem ocuparia a secretaria de Educação, uma das pastas mais importantes do governo e que foi a primeira a ser anunciada, a nova Secretária de Educação de Chapadinha, é a ex prefeita Danubia Carneiro e a Adjunta é a ex vereadora e ex presidente da Câmara Municipal, Márcia Gomes.


A Secretária de Educação utilizou sua rede social para agradecer ao Prefeito Magno Bacelar e para afirmar que de forma humilde e com todos de sua equipe fará o melhor para a Educação de Chapadinha. 


"Meu primeiro passo é manter um diálogo verdadeiro com o sindicato dos professores , pois sem está relação o trabalho se torna mais difícil. Tenho certeza que todos juntos faremos um governo de todos nós" enfatizou Danubia Carneiro. 


Hoje a Secretária de Educação reafirmou esse compromisso juntamente com a Adjunta Márcia Gomes em um encontro informal na casa do prefeito Magno Bacelar.



A Secretária de Educação está recebendo e conversando com servidores, amigos e aliados e de forma serena está traçando metas para buscar o melhor para Chapadinha.


Eu, assim como grande parte da população de nossa cidade, acredito sim que dias melhores virão e estarei somando forças com o Governo do Prefeito Magno Bacelar para que os Servidores Públicos, já tão sofridos e massacrados pela administração anterior, possam finalmente ser valorizados da forma que merecem!




Professora Jane Andrade, Secretária de Educação Danubia Carneiro e a Adjunta da Secretaria de Educação Márcia Gomes.



Foram empossados: 

1-Danubia- Educação. Adj. Márcia Gomes
2-Saúde- Mozart Junior. Adj Eli
3-Lara Poliana- Mulher.
3-Josenildo- Agricultura. Adj. Antonio
4-Joana Leal- Agricultura Familiar.
5-Isalena- Social. Adj. Hilda Galvão
6-Administração: Aldy Junior. Adj.Delmar Carneiro.
7-IPC : Aldy Saraiva.
8-Obras: Telmo José. Adj. Beto Dantas.
9-Clóvis : Trasporte.
10- Isamara Meneses: Assessora em Brasília.
11-ED Farma -Cultura.
12- Marcely Gomes - Indústria e Comércio.
13- Eduardo Braga- Comunicação.
14- Dr. Coutinho: Assessora de Gabinete.
15- Aparecida : Igualdade Racial
16-Jeferson - Trabalho e Renda.
17-Gadiego- Esporte.
18- Quércia Pinto: Chefe de Gabinete.
19-Marcos Mello. Controlador.
20- Mônica Pontes: Tesoureira.
21-Vanda: Assessora de Gabinete .
22-Jorge Galvão : Secretario da Juventude.
23- Jenilde : Cerimonial.
24- Itenir Lima: Assessor Especial de Gabinete.
25- Alexandre Pinheiro: Assessor de Gabinete.


Suspeita de Grampo Gera Investigação e Impede Prefeito Magno de Usar Gabinete






De acordo com secretário de comunicação, Eduardo Braga, o prefeito de Chapadinha, Dr Magno Bacelar, reagiu com surpresa e indignação à descoberta de uma escuta sonora instalada no fundo falso de uma gaveta do seu gabinete.

"Será pedida a abertura de investigação policial sobre o caso e serão realizadas varreduras para buscar outras possíveis escutas na prefeitura e em outros órgãos do município", declarou o secretário.

"Enquanto isto, o prefeito continuará despachando em local externo para garantir a segurança dos diálogos com a equipe de governo e a manutenção regular dos serviços públicos", informou o secretário de comunicação Eduardo Braga.

Imagens do aparelho de escuta, instalado no fundo de uma gaveta do gabinete Municipal. 




sexta-feira, 21 de outubro de 2016

Atraso no pagamento dos Servidores da Educação de Chapadinha


Por: Jane Andrade






Não um atraso legal, mas um atraso moral no pagamento.


Enquanto a mídia governista se preocupa somente em atacar o prefeito eleito, os servidores da educação de Chapadinha tiveram uma surpresa desagradável ao verificar que seus salários não foram depositados em suas conta correntes hoje dia 21.


Estive hoje pela manhã na Secretaria Municipal de Administração, onde fui informada que o pagamento dos servidores da Educação não foi efetuado porque o Banco Central não teria enviado ao Banco Brasil o relatório de empréstimos consignados, para que este por sua vez envie esse relatório a Secretaria de Administração para que a mesma faça os descontos consignados e possa depositar o salário dos servidores em suas contas correntes.


A informação foi confirmada por funcionários do Banco do Brasil. Segundo a secretaria de administração sem o relatório a prefeitura fica impossibilitada de efetuar os descontos consignados, pois de acordo com funcionários do Banco do Brasil todo mês há renovações e novos empréstimos, e sem que o desconto consignado seja feito, o Banco do Brasil não permite que os salários sejam depositados nas contas dos trabalhadores. 


Os funcionários do Banco do Brasil não souberam informar a data específica para que o Banco Central envie esse relatório. Portanto não podem afirmar uma data especificística para que o pagamento dos servidores da educação seja efetuado.


Marcamos uma reunião para segunda-feira com representantes do Banco do Brasil, para tomarmos providências para que esse transtorno não se repita nos meses seguintes. Pois o único penalizado nessa história toda como sempre é o trabalhador.


Consideramos esse atraso um abuso contra os trabalhadores e já estamos em contato com nossa assessoria jurídica para ver quais procedimentos podem ser adotadas para defender aqueles que tenham perdas financeiras devido a esta decisão do Banco Central de enviar relatório único à prefeitura municipal de Chapadinha, trazendo transtornos a centenas de trabalhadores. 

Mais informações em breve.




sábado, 15 de outubro de 2016

15 de Outubro Dia do Professor: avanços e desafios



No Brasil, o Dia do Professor é comemorado em 15 de outubro. No dia 15 de outubro de 1827, Pedro I, Imperador do Brasil baixou um Decreto Imperial que criou o Ensino Elementar no Brasil. Pelo decreto, "todas as cidades, vilas e lugarejos tivessem suas escolas de primeiras letras".




Hoje, celebramos o Dia do Professor no Brasil. A data pede uma reflexão sobre o que, de fato, pode ser comemorado sobre esta que é a principal profissão do País, mas que ainda não galgou o patamar de valorização adequado, tanto em termos salariais, quanto em condições de trabalho.

















Em se tratando de legislação, temos o que brindar, pois o docente é contemplado nas principais normas legais dirigidas à Educação. Segundo a Lei de Diretrizes e Base (LDB), de 1996, para lecionar na Educação Básica, o profissional deve ser formado em nível superior, em curso de licenciatura ou em graduação plena. Embora o texto também permita que para a Educação Infantil e os primeiros cinco anos do Ensino Fundamental a formação mínima seja em nível médio na modalidade normal, o número de professores com ensino superior é crescente.